Tokyo Ghoul √A: Primeiras Impressões

bscap0252

Antes de mais nada, gostaria de dizer que eu estou confuso com o nome, ainda. Apesar de ter gostado, achei esse primeiro episódio estranho, com cara de episódio final e não de primeiro episódio, tanto que fui assistir de novo, o episódio final da primeira temporada, pra lembrar algumas coisas. Já falei que eu estou apaixonado pela abertura? Então, praticamente o post vai ser mais sobre ela do que sobre o episódio e seu desfecho estranho.

bscap0240

Vamos jogar as cartas na mesa meus amigos, PORQUE DIABOS O KANEKI, ASSIM, DO NADA FOI PRA AOGIRI??? Não me lembro dele esboçar nenhum tipo de interesse pela facção na primeira temporada, e se isso é contado no mangá, na série animada, não fez nenhum sentido. Tá que ele tem um rápido dialogo com Ayato e isso justifica sua decisão, mas eu achei um tanto equivocada. É um novo Kaneki? Sim. O fato dele ser extremamente forte e habilidoso já nessa segunda batalha, depois de despertar, não me impressiona e nem causa estranhamento por motivos de: Ele é um ghoul e a primeira temporada deu um background legal sobre isso, com treinamentos e lutas difíceis. A única coisa que destoa é a decisão repentina. Sério, não engoli muito bem.

bscap0241

Sofri calado com a Touka levando uma surra do Ayato e sofri muito mais com a despedida, mesmo ficando com cara de parabéns pro Kaneki. Decepção é pouco pra descrever o que ela sentiu. Deve ser incrivelmente frustrante você dar literalmente seu sangue, pra resgatar alguém e essa mesma pessoa dar as costas pra você e sumir. Já vimos o resultado disso em Naruto, por exemplo. O dialogo final tem uma sequência muito bonita, principalmente as pausas que o Kaneki faz antes de dizer o que quer. Eu acredito que possa ter uma justificativa melhor explicada pra decisão dele, mas por enquanto, fica ai meu estranhamento.

bscap0242

O ponto alto dessa estréia, pra mim, foi a abertura, que eu particularmente achei inspirada e atípica, principalmente por se tratar de uma série como Tokyo Ghoul. Não por acaso, vi muita gente reclamando, falando que a primeira é muito melhor e bla bla bla. Gosto muito da primeira abertura, mas vejo que fez todo o sentido colocar uma música menos frenética, mas tão catártica quanto a primeira. Basicamente é como o Kaneki se encontra agora, depois de ter aceito enfim sua nova condição. Ele é um ghoul, e não há nada que possa fazer pra que o contrário aconteça. Mesmo com um único enquadramento, tudo casa tão perfeitamente, que a sensibilidade e a emoção é quase palpável.  Você pode não ter como mudar certas coisas, mas ainda existe um mundo de possibilidades.

“we smiled at each other
we gave our love to toys
i wish we could destroy
the untouchable children using simple words
the prostitute spat fire
in faraway city, somebody died”

bscap0243

O Character Design estava bem consistente e a animação bem fluída. Só tive a impressão de que estava vendo um episódio final. Mesmo achando o último episódio da primeira temporada sensacional, tive a sensação que deveriam ter fechado a temporada com esse desfecho. É a mesma sensação que se tem quando se assiste um filme divido em duas partes, nunca é uma experiência muito boa, se o filme não for feito pra funcionar como duas partes. Ah! Se eu estiver equivocado em relação ao rumo que o Kaneki tomou e pra você faz algum sentindo, por favor me responda!

bscap0244 bscap0245 bscap0246 bscap0247 bscap0248 bscap0249

Anúncios