Viagem ao Japão – Itinerário e Planejamento

Mapa Japão

Bom, prometo que esse é o último post antes de chegar nos posts mostrando o Japão de verdade. E o último passo não tinha como ser outro senão o planejamento (que envolve o itinerário). Eu vou começar planejando a parte de gastos, o que levar, roteiro, itinerário, tirando o visto e o dia-a-dia, vou tentar encurtar, mas pode ser que fique um post bem grande, então tenham paciência.

Passagem de Avião

Primeiro de tudo eu tive que comprar a passagem, e para isso tive que estabelecer o tempo que eu iria ficar no Japão. Eu me baseei no tempo do JR Pass, que é o ticket para usar todos os trens da empresa JR, eles vendem de 7, 14 e 21 dias. Como ia ser uma viagem muito importante, escolhi logo ficar bastante tempo e optei por 21 dias. Comprei do dia 04/02 o dia 26/02, deu 21 dias no Japão por causa do fuso-horário (cheguei dia 06/02).

Compre sua passagem com vários meses de antecedencia (eu comprei em Agosto), e Fevereiro e Março são os meses mais baratos, escolha também o site SkyScanner que não cobra comissão, diferente do SubmarinoViagens. Outra dica é comprar direto, ou seja, de SP ou RJ para Tokyo, invés de comprar da sua cidade. Deixa para comprar separado depois porque sai bem mais barato.

Roteiro

Agora que você já sabe a data da sua viagem e o período que vai ficar, hora de estabelecer as cidades que você vai querer ir, quanto tempo vai querer ficar. No Japan-Guide você pode clicar nas regiões do Japão, suas cidades principais, e as principais atrações que cada cidade tem, vale muito a pena procurar por lá. Outra coisa que eu fiz, foi pegar o roteiro de um pacote turistico e adaptar ao meu. Aqui está como ficou o meu roteiro de 21 dias, e o de 14 dias que eu estou planejando para 2016.

Hoteis

Como eu já falei antes, recomendo ficar somente em Guest House/Hostel. É a opção mais barata, você conhece pessoas de todo o lugar. Use o TripAdvisor, é só digitar o nome da cidade, ir em Localizar Hoteis e escolher Hoteis Especializados. Essa é a lista de hoteis que eu fiquei, não recomendo o Aizuya Inn pela localização e pelo preço, o outro é muito melhor, e o de Fukuoka, Aloha Spirit, simplesmente horrível.

O que levar

Bom, recomendo levar só o básico mesmo e deixar para ir comprando o resto lá. Eu comprei uma backpack Osprey Farpoint 70 (que eu achei ser a melhor) porque é mil vezes melhor do que levar uma mala de rodinhas, e deixei pra comprar uma mala enorme lá pra carregar tudo que eu comprei (deu muita coisa). O que levar depende muito da época em que você vai, juro que eu fiz uma lista de roupas para eu levar, é só clicar aqui. Ah, lembrando que a maioria dos Guest Houses tem lavanderia, então você lava e seca suas roupas com facilidade.

Visto

Bom, para tirar o visto você tem que ir no consulado do Japão referente ao seu Estado, você precisa entregar os documentos listados no pdf, o valor é de 60 reais e pouquinho, você tem que pagar em dinheiro na hora de retirar o passaporte. Pra mim foi super tranquilo, não tive nenhum problema, apenas pedi para conferirem se estava tudo certo os documentos antes de entregar e no dia seguinte já havia saído.

Dia-a-Dia

Eu me perco muito, mas muito fácil, por isso fiquei com muito medo de me perder todo o meu tempo tentando achar o caminho certo nas ruas do Japão, então eu pesquisei detalhadamente. Pesquisei no Google Maps como fazia para ir de um lugar para o outro, os trens que eu devia pegar, onde tinha restaurantes, programei meu dia detalhadamente e coloquei tudo no Google Docs, baixei o aplicativo para iPod e assim que eu precisava ir de um lugar para outro, eu olhava e já sabia o que fazer, claro que era totalmente flexivel esse roteiro, se eu quisesse ou precisasse mudar, sem problemas. Aqui tem uns exemplos de como eu fiz: 01, 02, 03.

Bom, acho que isso é o principal que eu procurei antes de ir viajar, mas se sobrar mais alguma dúvida, por favor, é só perguntar nos comentários.

Anúncios