Scans #1 – Toshi wa Yume + Aviso da Kitsune

modelo posts 619 x 265 - Cópia

Então… não é como se o ringochi tivesse muitos seguidores (sei que tenho culpa nisso), mas em respeito a quem está lendo agora vou aproveitar o espaço para explicar uns fatos. Esse período de férias não será nada proveitoso para mim, pelo menos não da forma de plena vagabundagem que eu queria. Esse período de julho-agosto é onde meu serviço mais “aperta”, e como sou novata, não posso bobear (por enquanto). Mas calma que o buraco é um pouco mais embaixo.

O problema mesmo vai ser quando eu tiver que conciliar a volta à faculdade + serviço + TCC + dormir + vício otaku (meio que redundância isso) + ringochi. Sacrificar o antepenúltimo eu até consigo, mas dói no coração ter que deixar os dois últimos, por ser algo que me abstrai um pouco do stress diário (notem que “vida social” nem consta na lista, perdi isso há tempos). Tem horas que nem isso tá conseguindo. Sinceramente, não sei como vai ser esse semestre e muito menos o ano que vem, por isso já vou dizendo que se Kitsune aqui sumir sem deixar rastros não quero que pensem “Essa nunca mais volta. Pelos menos não com o mesmo nick” mas vejam como uma breve despedida, deem uma espiada no twitter, talvez eu apareça por lá pra reclamar da vida ou para shippar um pouco, nunca se sabe. E talvez, esporadicamente, eu apareça aqui no blog para postar algo interessante.

O que percebi que não dá certo é ficar planejando posts como pretendia fazer. DEFINITIVAMENTE não dá certo. Minha forma de escrever é praticamente uma força da natureza, só Kami-sama sabe quando e como vai tirar o traseiro da cadeira e agir. A nova temporada de animes terá muita coisa que estou louca pra acompanhar, mas estou prevendo que a única coisa que terei serão episódios mofados na minha pasta de animes implorando para serem assistidos. Quem dirá postar reviews. Triste, muito triste.

nao escreve

Mas não priemos cânico, talvez eu só esteja sendo pessimista, ansiosa e nerd como sempre. Quem sabe… terei tempo… de ver animes … dessa temporada (e das atrasadas). Me chateia deixar a proposta inicial de fazer posts mais caprichados para vir aqui apenas trazendo recomendações e análises rápidas de vez em nunca (e monólogos também). Só que por enquanto é assim que vou proceder com relação a minha participação no blog. Não quero largar a “Kitsune Nerike”, e fico feliz quando penso nas pessoas e coisas interessantes que pude conhecer através disso. Enquanto o Guto-boss me aguentar, Kitsune-chan postará aqui. Mesmo que às vezes pareça que morri.

————————————————— MONOLOGUE END-OF-FILE —————————————————

E agora vamos ao que realmente interessa, que é o novo quadro que criei para nada menos nobre do que a divulgação de scans/ fansubs que conheço, acompanho e recomendo. Antes eu era uma stalker de certos fansubs e scans, e sabia o nome de staffs inteiras. Hoje sou uma raposa velha que não bate tão bem da cabeça e tento ficar atualizada na medida do possível. Algo que recomendo é que visitem os sites parceiros dos fansubs e scans que conhecem, já que o Google e Anime Blade juntos não acham o que você quer sempre. Às vezes um projeto que você sempre sonhou que um fansub pt-br fizesse está praticamente completo. Só saber e ter a paciência de procurar.

Imagem do blog Toshi wa Yume (divulgação)

Imagem do blog Toshi wa Yume (divulgação)

Hoje vou falar do Toshi wa Yume e do belo trabalho que fazem. Para quem não conhece, esse scan é um dos queridinhos de nós leitores de shoujo. Vou recomendar algumas obras que acompanhei/acompanho, mas há muitos outros projetos por lá. Aproveito para elogiar o tema do blog, briso demais com aqueles peixes e bolhas ao fundo.

Eien no With

eien no with

Nossa… como chorei! Sério, me emocionei muito com a história de Hitomi e de Eye. Já tinha visto reportagens sobre cães-guias na tv, mas esse mangá mostra uma perspectiva tão realista e tocante sobre o assunto que é difícil conter as lágrimas. A autora realmente adora cães e por mais que ela brinque com seu estilo de traço “metamorfo” (afinal ela demorou oito anos para completar os três capítulos) isso não interfere em nada na compreensão da história e da mensagem que ela nos trás. Recomendo a todos.

Strobe Edge

Strobe.Edge.600.227864

Eu não li. Eu praticamente engoli os dez volumes desse mangá. Gosto quando uma mangaká de shoujo aprofunda os personagens coadjuvantes da série, fugindo do péssimo hábito (não citarei exemplos) de usá-los única e exclusivamente para fortalecer os laços do casalzinho principal. Tudo bem que há shoujos em que o casal principal é muito carismático e suga toda a atenção do leitor, mas descartar um personagem depois dele “fazer ciuminho no galã” ou “abrir os olhos da mocinha” deixa a série previsível e meio fora da realidade. Por mais que Strobe Edge use a fórmula “garota pura + galã misterioso da escola” gostei dos temas levantados na trama e como foram desenvolvidos. Para quem gosta do gênero, super recomendo.

Watashi ni XX Shinasai

Watashi.ni.xx.Shinasai!.600.815678

Saindo de um shoujo fofo e poético, para um fantasioso e safadinho. Sério, quando vi a capa desse mangá sem ver o gênero eu jurava que era hentai ou doujinshi. Uma capa mais sugestiva que a outra. Mas, admiro a ousadia da Tooyama em colocar cenas mais ousadas num shoujo. Chega um ponto na história que as coisas começam a ficar repetitivas, mas algumas cenas e expressões dos personagens valem a leitura. Mesmo com o traço transmorfo (algumas vezes propositalmente) da autora.

Orange Marmelade

orange marmelade

Uma mangá colorido! Ok, na verdade é uma manhwa webtoon, mas já foge um pouco do convencional. “Um pouco” por que a fórmula continua a mesma, mas são adicionadas coisas que fazem diferença na mistura. No caso de Orange Marmelade, são somadas a trama colegial dramas envolvendo um garoto misógino e uma… vampira? Mesmo não sendo muito fã de histórias envolvendo vampiros modernos querendo se adaptar a vida humana, o estilo de quadrinização coreana (principalmente nos manhwas coloridos) me apetece e muito. Às vezes dá a sensação de estarmos vendo um filme, e muitas cenas, mesmo não usando diálogos, são bem claras (e algumas bem engraçadas). Acabei me apegando aos personagens, e me diverti lendo até agora.

Lovely Complex

Lovely.Complex.600.82922

Uma coisa é certa: uma garota alta com um garoto baixinho é sempre alvo de cochichos, brincadeiras e olhares de desaprovação. Mas o que fazer quando se ama de verdade a pessoa, o que os outros acham importa? Confesso que não tive tempo de acompanhar esse projeto, mas pelo o que conheço do anime essa história foge muito do convencional em shoujos (“garoto popular e garota que não toma atitude” são o oposto desses dois). Algumas cenas são para chorar de rir (principalmente nas cenas relacionadas ao UmiBozu). O live-action é legal, Riza e Otani ficaram perfeitos (para compensar os secundários né), mas recomendo que vejam o anime.

Hana Kimi

hanakimi

Como no caso acima, acabei não acompanhando esse projeto (falta de tempo é duro) mas assisti 85% do live e gostei muito. Gender Bender é algo que pode render boas risadas nos shoujos, digo isso por Ouran Host Club, Princess Princess e outros. Hana Kimi é mais tenso ainda para a protagonista, que entra numa academia masculina para encontrar o rapaz que admira. Confusão é o que não falta nessa história.

Como disse antes, esses são apenas alguns dos projetos do scan (tem one shots que li por lá também), por isso visitem o site. Ah, e aproveitem para conferir os sites parceiros do Toshi wa Yume (talvez fale de algum por aqui também). Espero ter feito uma  boa propaganda desse grupo esforçado (como muitos outros, felizmente) que merecem nosso apoio e elogios.

Ja nee, com mais posts cheios de parênteses se kamisama quiser.

@Kitsune

Anúncios